Translate

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

História de Vida pregressa: Vestibular

Vestibular !!!!!!!!!!!!!!!!!!! 

O meu sonho começou desde criança, quando eu decidi ser médico... naquela época nunca iria imaginar o quão tenso e trabalhoso seria e está sendo, mas era/é um sonho...Em 2009 no meu último ano do ensino médio comecei uma jornada entre trabalho, colégio e cursinho onde me acostumei com uma vida super corrida e pouco tempo pra pensar na minha vida pessoal, algumas pessoas que eu julgava serem meus amigos se afastaram, o que por hora foi ruim mas hoje vejo o quanto isso foi proveitoso. Eu tive a oportunidade de trabalhar dentro do hospital na parte de Recursos Humanos porém era um setor administrativo, o que não se encaixava muito com o que eu queria, no entanto, eu tive a certeza de que queria trabalhar no hospital.



Eu lembro como se fosse hoje a primeira vez que eu entrei no cursinho, achava tudo uma maravilha, os "bizus" dos professores, conseguia tirar muitas dúvidas oriundas de um sistema falho de ensino público, sem desmerecer alguns ótimos professores que tive, enfim, mesmo sendo uma pessoa esforçada e com a ilusão de que iria passar de primeira (desconhecia a realidade da concorrência e do vestibular até então) quando saiu o primeiro resultado do simulado eu percebi o quanto precisava estudar ainda mais, e que não chegava nem aos pés de muitos concorrentes (essa palavra perseguia minha cabeça: CONCORRENTES :O) foi ai que eu acordei e me deparei com um dos primeiros grandes obstáculos da minha vida, aprender realmente a estudar.


Quando saiu o resultado do vestibular daquele e mesmo com falsas esperanças de passar, foi um choque, o desânimo é inevitável, ainda mais pra mim, uma pessoa que sempre fazia planos pra o futuro com local data e hora marcados, dessa vez tudo fugiu dos meus planos, lembrei-me de uma pessoa do colégio falar que eu estava a procura de uma vaga utópica, querendo dizer que era impossível, eu precisava continuar.


No ano de 2010 eu resolvi me dedicar exclusivamente aos estudos, e pra um adolescente de 16 anos fazer isso iria requerer muito sacrifício, cortei séries de TV, desenhos, saída com os amigos (alguns infelizmente me arrependo) mas não existe nada sem sacrifícios...

Cursinho de manhã, tarde e noite, aulas particulares, domingo realização de provas (encontrei um maluco pra fazer prova nos domingos que inclusive passou junto comigo :P)

Aulas, estudos, isoladas, provas online, sono, café ...

E foi assim durante o ano todo passei por alguns dos cursinhos, Univirr, vencer, diferencial, acadêmicos... pois naquele momento meu único foco era PASSAR no maldito vestibular, exame esse totalmente injusto...(espero por novas formas de avaliação)...ENEM???

E quando saiu o resultado foi uma alegria, gritos, choro, ligações de familiares e amigos...mas o maior de todos os sentimentos, Orgulho próprio, mérito, pois eu consegui principalmente por acreditar em mim, pois os covardes desistem.

Acredite nos seus sonhos...


E até o próximo resumo da minha "Anamnese".



"Nunca se afaste de seus sonhos. Porque se eles forem, você continuara vivendo, mas terá deixado de existir" 

                                                                                                         Mark Twain


3 comentários:

  1. As vezes quero reclamar da faculdade, mas aí me lembro como essa época de cursinho é insuportável.

    Parabens, Nandin!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns cara, pelo texto e pela sua história de superação que eu acredito que seja só o começo dela, continue escrevendo.

    ResponderExcluir
  3. Valeu Gabriel :) vou continuar escrevendo sim e espero que continue acompanhando meu Blog ;)

    ResponderExcluir